09/01/2020 às 15h00min - Atualizada em 09/01/2020 às 15h00min

Tenente Cel Márcio Roberto assume o 47º Batalhão da Polícia Militar em Muriaé

RÁDIO MURIAÉ

O 47º Batalhão de Polícia Militar localizado em Muriaé terá um novo comandante. A partir desta quinta-feira (09) a função de liderar os militares está sob a responsabilidade do Tenente Cel Márcio Roberto de Souza. Ele substituirá o Tenente Cel Joedson que entra a reserva depois de 30 anos de serviços prestados a Polícia Militar.

A solenidade de passagem de comando aconteceu nesta manhã, no auditório do memorial da fundação Cristiano Varella. Dezenas de autoridades de diversos seguimentos participaram da solenidade, dentre eles, representando o poder executivo, estava o prefeito Grego e o poder judiciário, o Juiz de Direito, Dr. Vitor.

Durante a cerimônia, o Tenenente Cel Joedson juntamente com sua família foi homenageado pelo batalhão com uma fotografia trajando a farda que o acompanhou durante sua trajetória como militar.

Outro Militar que retorna a Muriaé é o Major Sandro. Ele será o subcomandante do batalhão.

Major Sandro é um velho conhecido da população e de boa parte dos policiais. Sua última atuação no batalhão foi em 2015 em que atuou à frente do setor de inteligência da Polícia Militar num período em que ainda era Capitão. Naquele mesmo ano foi transferido para trabalhar em Belo Horizonte. Devido a qualidade de seu serviço prestado, o militar recebeu o prêmio “Guardião Belorizontino”, uma das maiores honrarias que um policial pode receber no estado.

Major Sandro vem para substituir o subcomandante Major Vitor que esse ano foi transferido para a capital Mineira depois de atuar na cidade por três anos.

Já o tenente Cel Márcio Roberto vem de Caratinga, onde atuou como Major. Em seu discurso, o novo tenente Cel disse estar motivado e feliz por trabalhar em Muriaé, num batalhão com excelentes profissionais que levam a sério a segurança pública.

 

Conheça o Tenente Cel Márcio Roberto de Souza

Nascido em 18/01/1974, natural de Duque de Caxias/RJ, casado, possui dois Filhos.

 

Ingressou na PMMG em Janeiro de 1997 na Academia de Polícia Militar, no Curso de Formação de Oficiais, formando-se em Outubro/2000, quando foi declarado Aspirante a Oficial.

 

Trabalhou no 26º BPM – Itabira (sua primeira Unidade após formado), como

Aspirante à Oficial e 2º Tenente, até Junho/2002, onde exerceu as funções de

Comandante de Pelotão da 83ª Companhia PM, Adjunto de Ensino e Treinamento e Secretário, sendo então transferido para o 11º BPM – sediado em Manhuaçu por interesse próprio, tendo sido designado para comandar o Pelotão PM da cidade de Raul Soares, então pertencente àquela Unidade, e atualmente pertencente ao 62º BPM – sediado em Caratinga, sendo promovido a 1º Tenente em Dezembro/2002.

 

Em Julho/2003, foi transferido por interesse próprio para a Sede do 11º BPM em Manhuaçu, tendo exercido as funções de Comandante de Pelotão na 72ª Companhia - Sede daquela Unidade, Comandante do Pelotão de Choque, Professor e Gestor do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas), Chefe da Seção de Comunicação Organizacional, Chefe de Curso e Adjunto na 195ª Companhia de Ensino e Treinamento, onde trabalhou com diversos treinamentos e com a formação de soldados e sargentos, além de Chefe da Seção de Planejamento e Emprego Operacional, todas no posto de 1º Tenente.

 

A partir de Dezembro de 2009, tendo sido promovido ao posto de Capitão, exerceu a função de Chefe da Seção de Recursos Humanos até Dezembro de 2015, quando foi promovido ao posto de Major, tendo sido classificado no 62º BPM em Caratinga, onde exerceu a função de Subcomandante daquela Unidade, de Janeiro de 2016 até ser promovido a Tenente Coronel em 25/12/2019, possuindo até então 23 anos de efetivo

serviço na PMMG.

 

Formação Superior:

- Curso de Formação de Oficiais, pela Academia de Polícia Militar/BH;

- Bacharel em Direito pelas Faculdades Doctum/Campus Manhuaçu;

- Especialização em Ciências Penais pelas Faculdades Doctum/Manhuaçu;

- Especialização em Segurança Pública pela Fundação João Pinheiro/BH.

Sobre o Major Sandro

Nascido no município de Carangola, Major Sandro está radicado há mais de 20 anos em Muriaé, cidade na qual ingressou na PM mineira, em 1993, através do Curso de Formação de Soldado (CFS). Formado, foi designado para Senador Firmino e retornou em 1996, ano em que foi aprovado no Curso de Formação de Oficias (CFO).

O militar formou-se no primeiro curso de soldado de Muriaé, que teve início em outubro de 1993.

Após trabalhar em diversas cidades pertencentes ao 21º Batalhão de Polícia Militar, em Ubá, retornou a Muriaé em 1996. Foi, então, aprovado no concurso do Curso de Formação de Oficiais (CFO), ingressando no mesmo no início de 1997 e formando-se em 2000, sendo classificado em Patos de Minas (15º BPM).

Em 2001, foi transferido para o 9º BPM, em Barbacena. Em 2003 retornou ao 21º BPM, em Ubá, e, após três meses, conseguiu voltar a trabalhar em Muriaé, onde tinha estado desde então até ser transferido para Além Paraíba.

Na cidade, participou da transição de 76ª Cia Esp PM para o 47º BPM, fato que ocorreu em 2007. “Sempre tive um perfil mais operacional, que é o que gosto de fazer, mas devido às necessidades, já que eram poucos oficiais no Batalhão, tive de atuar na administração, setor burocrático, por diversos anos”, afirma o Major.

Em 2013, início do comando do tenente-coronel Nazário à frente ao 47º BPM, comandou a 76ª Companhia de Polícia Militar. “Os índices eram os piores já registrados em comparação há anos anteriores, mas com um trabalho em equipe, conseguimos reverter o quadro desfavorável e terminamos o ano cumprindo todas as metas”, lembra o comandante.

No ano 2014, ingressou no curso CESP, considerado uma pós-graduação, requisito para a promoção a major. Em seu lugar, durante o período do curso, foi substituído pelo tenente Martins.

Mas o ano 2015 foi o auge do seu comando à frente da 76ª Cia PM, como o próprio oficial considera. “Desde o início do ano conseguíamos índices históricos e recordes em comparação a todos os anos anteriores, chegando a obter o dobro de armas de fogo apreendidas em comparação ao ano anterior, que já era um número excelente em 2014”, conta.

Em agosto de 2015, Major Sandro foi remanejado para a chefia da P2, Setor de Inteligência da PM. “Trabalhei com uma equipe diferenciada, com filosofia específica de setor de inteligência”, elogia.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »