21/03/2020 às 19h39min - Atualizada em 21/03/2020 às 19h39min

Albino Neves: O PREÇO DO ERRO AO VOTAR É A PERDA DE VIDAS HUMANAS

*Albino Neves

O Brasil passa por maus momentos e os maus exemplos de governo e administração começando pelas declarações impensadas do Presidente da República as quais são completamente desencontradas de governantes e representantes de nações vizinhas e de nações do primeiro mundo, atingidos pelo coronavírus.

O mesmo acontece com o Governo do Estado que tem demonstrado não ter a capacidade para gerir um estado da importância de Minas Gerais no cenário nacional, basta ver o descaso com que trata a educação e os professores. 

Com relação ao governo municipal as pessoas mais antigas já tinham noção de que em diversas áreas ele seria um fracasso. Vivemos um momento te devemos buscar soluções, porque a necessidade maior deve ser a de defender e proteger o nosso povo.
 
Agora pouco eu conversava com o Dr. Giovanni Zipponi, meu irmão de Ordem e Grão-Prior da Itália, e ele falava sobre o descaso dos governantes daquele país em tomar medidas precárias e tardias, e sobre as suas consequências tristes e lastimáveis que só no dia de hoje, em 24 horas, haviam morrido naquele país aproximadamente 800 pessoas.

No entanto, ele também alertava para a necessidade de que todos tomem consciência política e dêem uma resposta a altura nas próximas eleições. O povo não pode mais brincar com seu voto, sob pena de pagarem com sua própria vida o erro cometido. A hora é de união de todos os poderes e cidadãos para que se perca a menor quantidade de vidas possível. Não se pode brincar com essa pandemia e a falta de água em Carangola pode trazer consequências desastrosas ainda maiores do que as já previstas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »