28/02/2020 às 13h15min - Atualizada em 28/02/2020 às 13h15min

Detentos trabalham em obras de ampliação do presídio de Carangola

O objetivo é que a capacidade da unidade aumente em 40%; passando das 60 vagas atuais para 84. Também visa a adequação às normas de acessibilidade e reforço na segurança.

G1 ZONA DA MATA
Foto: Sejusp/Divulgação

Cerca de 20 detentos trabalham na obra de ampliação do presídio de Carangola. O objetivo é que a capacidade da unidade aumente em 40%; passando das 60 vagas atuais para 84. Além disso, a obra ainda visa a adequação às normas de acessibilidade e reforço na segurança.

A reforma, iniciada em 2018, deve ser concluída em maio deste ano. De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a obra engloba construção de celas, muralha, passarela, pátio e salas operacionais e administrativas.

Algumas áreas que passaram pelas melhorias já foram reinauguradas, como o pátio para banho de sol, a portaria, almoxarifado e área de inspetoria. Em fevereiro, estão sendo implantadas quatro celas e uma passarela que liga dois muros.

De acordo com a diretora-geral do presídio, Ellen Leal, é importante os detentos trabalharem no local.

 

"Há um impacto positivo na disciplina deles, que ficam interessados em receber a mesma oportunidade. Também gera economia para o Estado, uma vez que a maior despesa da construção civil está no pagamento dos operários", explicou.

 

Na unidade, ainda há presos que atuam, internamente, na faxina, na distribuição de alimentos e oferecendo serviços a parceiros como a Prefeitura de Carangola, a Ordem dos Advogados do Brasil (Oab) e a empresas terceiras, por meio de cartas de emprego.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »