27/01/2020 às 18h55min - Atualizada em 27/01/2020 às 18h55min

Porciúncula sofre a maior enchente da história

Porciúncula, no noroeste do Estado do Rio vive, neste mês de janeiro, a maior enchente de sua história. Com chuvas fortes assolando a região desde o último dia 21, o rio Carangola ultrapassou o limite de transbordo, afetando muitas cidades de Minas, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Desde a última quinta-feira, 24, a água do rio Carangola ocupou 85 porcento das ruas da cidade. Casas, estabelecimentos comerciais e clubes ficaram debaixo d´água, desalojando cerca de 4.500 pessoas. O abastecimento de água foi interrompido pela Cedae na noite de sexta-feira (25), sendo restabelecido na tarde desta segunda-feira (27). Dados té o momento: – Nível máximo do rio Carangola 8,22m – 3 metros acima do nível de transbordo (5,20m) – Nível atual do rio Carangola – 5,98m (transbordo 5,20) – 85% da cidade atingida pelas cheias. Submersos bairros Centro, Operário, Ilha, João Braz, Nova Caeté, Nossa Senhora da Penha, Barra e Olívia Peres – 4.500 pessoas desalojadas – Estradas e pontes danificadas. A Rodovia do Café RJ 230 (Porciúncula x Santa Clara) encontra-se interditada em grande parte – 01 morte – 2 casas desabadas e 2 interditadas – 138 pessoas nos abrigos da Prefeitura – Ciep, Orlinda Veiga e Centro de Comercialização no Parque de Exposições – Produção de leite perdida nos distritos de Purilândia e Santa Clara As doações estão chegando ao Centro Cultural de Porciúncula. São roupas, alimentos, água, colchões e material de limpeza, que estão sendo distribuídos à população atingida. O prefeito Leo Coutinho recebeu no último domingo, 26, o Governador Wilson Witzel, que viu de perto a situação e se comprometeu a enviar recursos financeiros e água para a cidade. Na manhã desta segunda-feira, membros da Defesa Civil do Estado e da Secretaria de Estado de Ambiente e Sustentabilidade chegaram à cidade com água potável, duas embarcações e uma caminhonete 4×4 para atender os locais de difícil acesso. A Secretaria de Promoção Social está também fornecendo alimentação nas escolas Ciep e Orlinda Veiga para todos os atingidos. A Secretaria de Saúde está com toda a equipe disponível na Unidade Mista de Saúde Dr. Antônio Monteiro. Há registros de pacientes com febre, dor de cabeça e dor no estômago. Foi iniciada, nesta segunda-feira, a vacinação antitétano e triviral para toda a população na Policlínica Municipal. As equipes da Secretaria Municipal de Obras e demais secretarias já estão nas ruas retirando barro e entulhos das ruas em que houve escoamento de água. A Secretaria de Agricultura está atuando nas estradas de acesso e nas estradas vicinais do município. A Rodovia do Café, RJ 230, sofreu queda de barreiras e teve meia pista cedida e ficou parcialmente interditada, após Purilândia. Pista para Antônio Prado também está parcialmente interditada. A Secretaria de Agricultura lamenta a perda de grande produção de leite nos primeiro e segundo distritos. Secretaria de Estado de Ambiente e Sustentabilidade, Defesa Civil e Secretaria Municipal de Promoção Social estão nos bairros distribuindo água nos bairros. A água começa a baixar. No momento, o nível do rio Carangola é de 5,98, sendo que o transbordo é 5,20m. A água, no entanto, dá espaço para o barro e a desolação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »